Psicólogo Nuno Gago | Processo Terapêutico
Psicólogo com formação superior em Clínica, Saúde e Neuropsicologia. Especializado em Coaching Parental e na intervenção com crianças e jovens. Com experiência em áreas como as dificuldades emocionais, cognitivas e de aprendizagem, problemas de comportamento, comportamentos de risco e quadros clínicos.
Psicologia, Clínica, Adolescentes, Psicoterapia, Jovens, Défice de Atenção, Hiperatividade, Saúde, problemas de comportamento, crianças, depressão, ansiedade, birras, medos, memória, atenção
15338
page,page-id-15338,page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,ajax_updown_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,overlapping_content,qode-theme-ver-7.8,wpb-js-composer js-comp-ver-4.8.1,vc_responsive
primeira-consulta

Primeira Consulta

Primeiro contato com a família ou com o utente, onde se aprofunda o pedido de ajuda e esclarece-se sobre os procedimentos, honorários e métodos inerentes à prática clínica.

Estabelecimento da Relação Terapêutica

Início da relação terapêutica com os intervenientes do processo terapêutico, de forma a assegurar as condições para o momento de avaliação psicológica e posterior intervenção. Este é um momento presente em todo o o processo, essencial ao sucesso terapêutico

alianca-terapeutica
avaliacao-psicologica

Processo de Avaliação Psicológica/Neuropsicológica

Momento de recolha de informação sobre a problemática ou dificuldade identificada, através de um conjunto de métodos e técnicas, tais como: anamnese clínica e a aplicação de provas ou baterias de avaliação.

Plano de Intervenção

Constituição e implementação de um plano de intervenção devidamente sustentado e orientado pela avaliação realizada. Pode requerer uma articulação com os vários contextos no qual o utente está inserido (por exemplo, contexto escolar e familiar) em prol do sucesso terapêutico.

plano-intervencao
esclarecimento

Esclarecimento Parental (Crianças e Adolescentes)

Momento de esclarecimento, partilha e feedback à família sobre os progressos decorridos do processo terapêutico.

Follow-up e Alta Terapêutica

As sessões de follow-up representam momentos periódicos e progressivamente prolongados no tempo de consolidação dos resultados terapêuticos e de recolha de informação sobre a problemática ou dificuldade foco de intervenção. Face ao sucesso surge a alta terapêutico, momento de desfecho do processo com a família e com o utente.

alta